Onçafari na Caiman

 
Oi meus amores!!!

Tudo bem com vocês?

Hoje vou compartilhar uma experiência incrível que vivenciei na Caiman e que com certeza, levarei para vida!

Foi uma troca de olhar que bastou para sentir tamanha emoção! Pois é, esse foi o meu primeiro contato com a Turi (que significa fogo em tupi guarani), uma onça pintada. Isso mesmo que vocês leram: uma ONÇA PINTADA! O maior felino das Américas, maior carnívoro da América do Sul e o terceiro maior felino do mundo :)

Você já imaginou ficar a pouco metros desse animal tão incrível do nosso país? Graças a um trabalho de 10 anos de intensa habituação realizada pelo @oncafari a equipe conquistou a confiança das onças e conseguimos chegar a uma distância muito próxima delas vivendo em seu habitat natural.

Achei maravilhoso poder sentir a dedicação e o respeito em relação a preservação das espécies garantindo a coexistência entre turismo e vida selvagem na @caimanpantanal ♥️

E assim como o time da ONG @oncafari fiquei APAIXONADA pelas onças pantaneiras!

Safari Diurno
Safari Noturno
Onçafari
Esse projeto pioneiro teve início em agosto de 2011, quando o fundador e idealizador do Onçafari, o ex-piloto de fórmula 1, Mario Haberfeld, começou os trabalhos na Caiman.

A OnçaFari (@oncafari) foi criada para promover a conservação do meio ambiente e contribuir com o desenvolvimento socioeconômico das regiões em que está inserida por meio do ecoturismo e de estudos científicos, através de um safári fotográfico diferente, onde os animais não perdem suas características selvagens, mas deixam de enxergar os veículos de safári como uma ameaça.

Essa iniciativa de ecoturismo responsável proporciona fonte de renda para proprietários e habitantes da região, aliando práticas sustentáveis ao progresso social, desmistificando a onça pintada e promovendo esforços para a sua conservação dentro das propriedades pantaneiras.

Atualmente, a sua atuação abrange os biomas Pantanal, Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica.

Há 10 anos, a equipe coleta dados e compila informações que os levam ao melhor entendimento do comportamento das onças-pintadas, assim como a descoberta de melhores estratégias para a conservação do maior felino das Américas. Dentre estas descobertas, alguns números que marcam positivamente esse projeto:
  • Mais de 150 onças pintadas identificadas
  • Mais de 3.400 avistamentos de onças pintadas realizados
  • 32 amostras biológicas coletadas de onças diferentes
  • 41 rádio-colares instalados para monitoramento


Um orgulho para o nosso país né? Vocês conseguiram assistir os vídeos nos stories? Caso não tenham deixei eles salvos nos destaques do meu insta @mazanetti

Saiba mais: oncafari.org

Com amor,